Fotografo: RD News
...
Sem Legenda

O vereador pela Capital Dilemário Alencar (foto) saiu menor politicamente do que entrou na campanha, numa nova tentativa de se eleger deputado estadual.

Presidente do Pros-MT, ele escolheu candidatos do partido, boa parte deles sindicalistas, achando que os companheiros de legenda, especialmente João Batista, serviriam de escada. Mas o tiro saiu pela culatra. Foi o próprio Dilemário, que teve 8.867 votos e amargou a segunda-suplência, quem serviu de escada.

A coligação garantiu duas vagas, uma com Paulo Araújo (PP), com 11.645, e outra com João Batista, do Sindspen, com 11.374. Dilemário, que faz oposição raivosa ao prefeito Emanuel, acreditava que sua jogada estratégica e oportunista o elevaria como o mais votado da coligação.

Mas se tornou um fiasco nas urnas, que colocaram-no em 56º lugar na votação geral.